cartaz.jpg

OFluxo e a Transitoriedade

solo exhibition - Oficinas de Formação e Animação Cultural, Aljustrel

From August 7 to September 12

“O Fluxo e a Transitoriedade” reúne uma selecção de obras que expressam um conjunto de reflexões e interrogações plasmadas em cenários do Antropocénico. Neles, figura um Homem, filho de uma era em que as actividades humanas repercutem não só por todo o planeta, como para além dos aparentes limites do seu sistema solar. Um mundo, globalizado e interconectado, regido e habitado por sistemas complexos que mantêm ente si um diálogo fascinante e misterioso.
O Homem, estranha espécie, dona de uma mente inquisitiva, é capaz de converter qualquer informação numa miríade de formas, para servir fins infinitamente diversos. Condição, talvez exaustiva, certamente complexa, como a própria consciência.
A psique rebela-se naturalmente contra a ideia de finitude. Contudo, ao longo da História, as civilizações tenderam ciclicamente para o desastre. A realidade das escolhas parece colidir com as fantasias de crescimento perpétuo, de permanente inovação e energias inesgotáveis. Do mesmo modo, a mortalidade choca com a fé casual na permanência.
Este Homem, deslumbrado com o alcance das suas criações, num frenético carrocel tecnológico, é o mesmo que permanece atolado no vasto lamaçal das tradições, aprisionado a temores ancestrais - existência precária, em cuja angústia da finitude é condição.
Na “…noite onde emergem sem sentido os hieróglifos quebrados das estrelas”, interessarão tanto as questões que poderemos levantar, quanto as respostas que conseguiremos obter."

Oficinas de Formação e Animação Cultural

Rua Adeodato Barreto, 7600 Aljustrel

© 2019 by Paula Rosa.  All rights reserved

  • Black Instagram Icon
  • DeviantArt